24.2.12

A minha segunda cidade..

É estranho voltar aqui após um ano.. Parece que tudo mudou. As caras não são as mesmas a não serem as dos professores e restantes funcionários do instituto. A rampa continua a mesma por sinal. A escola anda a apostar na imagem visual errada porque as novas placas até fazem doer os olhos. Subir a rampa sem ter a quem cravar a boleia também não é nada bom (e cada vez que penso nisso lembro do carro da A. a cheirar a feijoada.). Ontem aproveitei para fazer a volta da praxe.. Só não passei pelas minhas antigas casas porque aí seria pior porque melancólica já eu estava. Ver a casa do A. e lembrar-me das tardes lá passadas fez-me lembrar de quando as pessoas olhavam para mim como se eu fosse maluquinha porque supostamente estaria a adotar o apelido do meu (no momento) namorado (se bem que eu era a mais velha logo o apelido era mais meu). Ver a casa do G. e lembrar-me das jantaradas, das noitadas de estudo e das noitadas e a falta que ele me faz. Ver que o café das baguetes já não se chama Sabores mas sim outro nome pomposo e com nova imagem visual. Ter saudades do cheiro que vem daquela espécie de fábrica. Passar na Inglesa e lembrar-me de operações Stop. Ver que o Café Dorna já não é uma tasca onde iamos comer caracóis mas sim um café de semi-elites. Verificar que a pastelaria onde se comia o melhor bolo de bolacha continua fechado. A Sé continua linda. O Ponto G continua no mesmo sítio. Há uma espécie de Spa na subida pra Sé. O Centro Comercial continua interessantíssimo, se bem que agora já tem um quiosque de gomas. O Soda Caústica já não se chama Soda Caústica. O Cantinho do Céu continua firme. O Portas do Sol continua aberta para bem dos muitos estudantes. A Parfois foi-se assim como aquela espécie de loja gourmet que nos F**eu num trabalho. Gostei.

5 comentários:

  1. Meu Deus!!! super diferente!!
    Um dia destes vou la passar, quero ver isso tudo!!! Na Páscoa vou la, portanto, já mato saudades!!
    ahahahah O meu carro a cheirar a feijoada, quase no verão... BAAAH!
    A operação STOP!!! Ja num há caracóis na Dorna???? Buaaaaaaaah!!! =( Num gostei de saber...

    ResponderEliminar
  2. Sabe bem voltar aos lugares onde fomos felizes... :P

    ResponderEliminar
  3. E recordar é viver, e sentir na alma a vivacidade de outros momentos.
    Nada desaparece-simples/ se transforma num passado doce e feliz :) <3

    ResponderEliminar
  4. Escreves de uma cidade que me deixou tão boas recordações. Mas parece que passamos por lá em anos diferentes. Quando saí,nem havia shopping.

    ResponderEliminar